Pneu ecológico ajuda a preservar o Meio Ambiente

Fabiana Pardini Blanco

Uma forma encontrada para causar menos impacto ao meio ambiente é o pneu ecológico que reutiliza as carcaças de pneus usados, diminuindo assim o seu custo. Nesse processo, chamado vulcanização, é adicionada uma nova banda de rodagem, onde a carcaça é colocada em um forno onde há altas pressões e temperaturas para unir as duas partes. Quanto maior esse processo, mais dura fica a borracha, por outro lado, quando ela é mais mole, a durabilidade é menor que é o que ocorre com o pneu ecológico.

O proprietário da loja Mil Rodas do Litoral, Rogério Heriques Parreira, explica que o pneu convencional é composto por arames e malha de aço e terminada a parte de aço, a borracha é colocada por cima. Já no ecológico ou ‘remold’, é reaproveitada a parte estrutural do pneu convencional, ou seja, o aço e as lonas, e colocado uma nova capa de borracha.

O custo do pneu ecológico é aproximadamente 40% a 50% do convencional e varia de acordo com o aro. Um pneu com o aro 14 custa em média de R$ 120, enquanto o novo custa de R$ 250 a R$ 350. E sua durabilidade é 30% menor do que o convencional esclarece Parreira.

Nem todos os pneus servem para serem reutilizados devido aos gastos, apenas cerca de 50%. Porém, há outras formas de uso para os pneus, como boias para amortecer o impacto entre os navios e o atracadouro. Em alguns casos, separam a borracha e a lona da parte de metal e trituram para usar na usina de asfalto e a parte metálica (malha de aço da banda de rodagem) volta para as fábricas para ser reciclada.

Parreira ainda afirma que em carros mais luxuosos, como Mercedes, há uma nova espécie de pneu, o ‘Run-Flat’, que é um pneu que pode furar e cortar que não perde a “digibilidade”, podendo circular por mais 600 km. Por isso, esses carros não possuem mais estepes. O valor desse pneu é alto, podendo custar em média 1.500 reais cada pneu.

Por outro lado, o funcionário da DPaschoal, Leandro Matias, afirma que o pneu ecológico está saindo de circulação e que a própria loja da DPaschoal não vende. O mecânico da loja Gatto Auto-Peças, Antônio Soares Leite, diz que um pneu ecológico roda em torno de 30 mil quilômetros. E explica que o pneu convencional prejudica o Meio Ambiente por casa do tempo de decomposição da borracha e a energia utilizada no processo de vulcanismo. Além disso, com o reaproveitamento da carcaça há uma economia de 70% de energia e matéria-prima.

O empresário João Lorenzo Veloso afirma que sabia da existência de pneus ecológicos, mas que não o compra, pois acaba tendo mais problemas que o convencional, como no caso da durabilidade. “Embora o pneu convencional custe mais, ele dura mais também e acredito que as chances de defeitos também são menores.”

Voltar >

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s